Receita Federal começa a enviar documentos necessários para que micro e pequenas empresas consigam financiamento

Governo Federal disponibilizou R$ 15,9 bilhões em linha de crédito para esses empreendimentos

Via Brasil 61 (Agencia do Rádio)

Fachada do Ministério da economia na Esplanada dos Ministérios

Os donos de microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP) que desejam acessar a linha de crédito do Governo Federal receberam uma boa notícia, na última terça-feira (9). A Receita Federal começou a enviar para esses empresários o documento que viabiliza a análise do financiamento junto às instituições financeiras. 

Trata-se da informação com o valor da receita bruta do empreendimento, que é baseada na declaração de cada contribuinte ao órgão. Por enquanto, somente as micro e pequenas empresas optantes pelo Simples Nacional estão recebendo o comunicado. Para isso, basta acessar o Domicílio Tributário Eletrônico do Simples Nacional (DTE-SN). A partir desta quinta-feira (11), as empresas que não são no Simples, vão receber o informe pela Caixa Postal no e-CAC. 

Os recursos da linha de crédito podem ser utilizados para investimentos e capital de giro, por exemplo. Para o economista, Alexandre Arci, a medida vai trazer alívio para essas empresas. “Essa medida do governo é extremamente importante, porque esse tipo de empreendedor tem muita dificuldade no dia-a-dia em relação à parte financeira. O que estamos vivendo no dia de hoje traz um cenário mais crítico. Onde existe o isolamento social, vários deles saíram de determinado faturamento para o zero”, afirma. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Eleições municipais não devem ser realizadas este ano para evitar exposição da população à Covid-19, defende presidente da CNM

sex jun 12 , 2020
Em entrevista exclusiva ao Brasil 61, Glademir Aroudi também disse que universalização dos serviços de saneamento básico depende de participação da iniciativa privada Via Brasil 61 (Agencia do Rádio) Em entrevista exclusiva ao Brasil 61, o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroudi, afirmou que as eleições municipais […]