Receita liberou consulta ao primeiro lote do Imposto de Renda

Pagamento será antecipado para dia 29 de maio

Post por Claudemir Lima via Agencia Brasil

IMPOSTO DE RENDA 201,Declaração IRPF 2020. Foto: Marcello Casal Jr./Agencia Brasil

A consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2020 ja está disponível desde o dia 22 deste mês (maio). Segundo a Receita Federal, o primeiro lote deve contemplar contribuintes idosos ou com doenças graves.

Neste ano, o cronograma de restituições foi antecipado para maio e a quantidade de lotes, reduzida de sete para cinco. O pagamento do primeiro lote está programado para o dia 29 de maio, antes do fim do prazo de entrega das declarações, dia 30 de junho de 2020. A antecipação é uma iniciativa da Receita Federal para mitigar os efeitos econômicos da pandemia de covid-19.

O último lote tem pagamento previsto para 30 de setembro. No ano passado, as restituições começaram no dia 17 de junho e se estenderam até 16 de dezembro.

Outra mudança anunciada pela Receita Federal foi o dia em que a restituição é depositada na conta do contribuinte. Normalmente o crédito bancário ocorria no dia 15 de cada mês. A partir de agora, o pagamento da restituição será realizado no último dia útil do mês.

O crédito bancário para 901.077 contribuintes do primeiro lote será realizado no dia 29 de maio, totalizando R$ 2 bilhões. O primeiro lote contempla contribuintes que tem prioridade legal, sendo 133.171 contribuintes idosos acima de 80 anos, 710.275 contribuintes entre 60 e 79 anos e 57.631 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Como consultar

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com o aplicativo é possível consultar, diretamente nas bases de dados da Receita Federal, informações sobre liberação das restituições do Imposto de Renda e a situação cadastral.

A restituição fica disponível no banco durante um ano. Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Edição: Fábio Massalli

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

O Parque Lago dos Pioneiros em Colider (MT) passa por desinfecção em combate ao coronavírus

sáb maio 23 , 2020
Durante a operações estão sendo tomadas medidas protetivas nos arredores dos locais, como isolamento e interdição de acessos, visando garantir a segurança da população e dos profissionais que participam da atividade. Via Assessoria A iniciativa busca dar continuidade às ações de prevenção e combate a Covid-19, novo coronavírus, em locais […]