Resolução do TSE fala da propaganda eleitoral, horários gratuitos e campanha dos candidatos

O TSE recomenda que cada candidato fique atento às estas normas para evitar futuros desconfortos com a justiça.

Por Claudemir Gonçalves de Lima

Imagem ilustrativa/internet

A resolução do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Nº 23.610/2019 dispõe sobre a propaganda eleitoral, utilização e geração do horário gratuito e condutas ilícitas em campanha eleitoral. O TSE recomenda que cada candidato fique atento às estas normas para evitar futuros desconfortos com a justiça.

Segundo o TSE, desde o dia 11 de agosto ficou proibido ás emissoras de rádio e televisão transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato (Res.-TSE nº 23.610/2019). O descumprimento pode levar ao cancelamento da candidatura do beneficiário e com multa pelo responsável da divulgação que varia de 5 a 25 mil reais.  (Lei nº 9.504/1997, art. 36, § 3º)

O artigo 3 da resolução diz que “não configuram propaganda eleitoral antecipada, desde que não envolvam pedido explícito de voto, a menção à pretensa candidatura, a exaltação das qualidades pessoais dos pré-candidatos e os seguintes atos, que poderão ter cobertura dos meios de comunicação social, inclusive via internet (Lei nº 9.504/1997, art. 36-A, caput, I a VII e §§)

Consulte aqui a resolução completa (clique aqui) ou acesse www.tse.jus.br.

Ouça a matéria:

Altonorte Podcasting

Por Claudemir Gonçalves de Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

De 21 a 28 de Agosto: Semana Nacional da Criança Excepcional

sex ago 21 , 2020
Via Portal Expressão Começa hoje, 21 de Agosto, a Semana Nacional da Criança Excepcional, que tem o intuito de promover a sensibilização e conscientização da sociedade e do Governo a respeito dos direitos fundamentais de plena cidadania do indivíduo com alguma deficiência. O termo “criança excepcional” pode ser utilizado para […]