Réu é condenado a 18 anos de reclusão por feminicídio em Alta Floresta (MT)

O réu terá ainda que pagar uma indenização no valor de R$ 55 mil aos familiares da vítima.

Via G1/MT

Celina Deusa do Nascimento, de 33 anos, foi morta no meio da rua em Alta Floresta em 12 de março de 2020 Foto por: Facebook/Reprodução

A Justiça condenou Willian Gonçalves da Silva, vulgo Railan, a 18 anos e três meses de reclusão, no município de Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá. Ele foi denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE) pelo feminicídio praticado contra Celina Deusa do Nascimento.

O réu terá ainda que pagar uma indenização no valor de R$ 55 mil aos familiares da vítima.

O crime aconteceu em 12 de março de 2020. Por volta da 20h, em via pública no bairro Bom Jesus, em Alta Floresta.

O promotor de Justiça, Paulo José do Amaral Jarosiski, que atuou no júri do caso, diz que todas as qualificadoras apresentadas pelo Ministério Público em plenário foram acolhidas pelos jurados. Segundo ele, o tribunal do júri entendeu que o homicídio foi cometido por motivo torpe, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e por razões da condição de sexo feminino (feminicídio).

A vítima foi atingida por oito golpes de faca. O réu foi preso em flagrante e não poderá recorrer da sentença em liberdade.

Uma testemunha contou à polícia que o suspeito mora no Pará e veio a Mato Grosso para visitar o filho que tem com Celina.

O casal foi visto caminhando pela e logo em seguida Celina foi atacada com golpes de faca.

Ela foi encontrada ferida pedindo socorro. O Corpo de Bombeiros foi acionado e encaminhou a vítima para Pronto Socorro, mas não resistiu e morreu por volta de 22h.

A arma utilizada no crime, uma faca do tipo peixeira, foi encontrada na rua.

Os policiais fizeram buscas, mas o ex-companheiro dela não foi localizado.

Testemunhas disseram que o suspeito chegou na cidade há três dias e estava hospedado em um hotel. A polícia foi até esse hotel, mas ele não foi encontrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Presidente diz que valor de auxílio foi decidido com responsabilidade

sex out 22 , 2021
Ao lado de Guedes, presidente afirma que governo não fará “aventura” Via Agencia Brasil Em pronunciamento ao lado do ministro da Economia Paulo Guedes, o presidente Jair Bolsonaro argumentou que o agravamento da inflação, em decorrência da pandemia, piorou a condição de vida das pessoas mais pobres e, por isso, […]