Segundo pesquisa, haverá queda de 43% em vendas para namorados no país

CNC prevê movimento R$ 937,8 milhões este ano contra R$ 1,6 bi em 2019

Via Agencia Brasil

Governo do Distrito Federal autoriza a abertura de shoppings Foto: Marcello Casal Jr./Agencia Brasil

Pesquisa divulgada ontem (9) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que o Dia dos Namorados, comemorado em 12 de junho, terá queda de 43,1% nas vendas no varejo em todo o país com relação a 2019, como reflexo da pandemia do novo coronavírus. 

A CNC prevê que a data vai movimentar R$ 937,8 milhões este ano, contra R$ 1,65 bilhão em 2019. “É a terceira data do varejo este ano e com queda fortíssima”, disse à Agência Brasil o economista da CNC, Fabio Bentes, responsável pela pesquisa. Na Páscoa, as vendas experimentaram retração de 35% e, no Dia das Mães, de 59,2%, lembrou Bentes.

Confirmada a expectativa, essa será a menor movimentação financeira para o Dia dos Namorados desde 2009, quando atingiu R$ 919,2 milhões. “Há 11 anos que o varejo não experimenta uma movimentação tão fraca”. Fabio Bentes analisou que o processo de pandemia colocou uma barreira direta ao aumento das vendas, que foi o fechamento das lojas. O responsável pela pesquisa destacou também outro fator por trás da pandemia, que é o “estrago econômico” provocado pela própria pandemia, com crescimento do desemprego, queda da renda e da confiança do consumidor. “O varejo está sofrendo direta e indiretamente por todo esse problema provocado pela pandemia”.

Por Alana Gandra – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Programa online de atividades físicas está disponível a pessoas com deficiência

qua jun 10 , 2020
Com aulas gratuitas, a plataforma de exercícios foi disponibilizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) Com Assessoria de Comunicação CPB/Secom/MT As pessoas com deficiência acabam de ganhar uma ferramenta para manter uma rotina equilibrada com exercícios físicos durante o período de isolamento social.  O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) disponibilizou a primeira […]