Soja: atraso no plantio do Brasil faz preço subir em Chicago

Com o adiamento da entrada da safra brasileira, o mercado entende que a janela de exportação americana para a China deverá ser maior, diz Safras

Via Canal Rural

Foto: Pixabay

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam na quarta-feira, 14, com preços em alta. A boa demanda pela soja americana e o atraso no plantio no Brasil deram sustentação às cotações.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou nesta quarta uma nova venda da oleaginosa por parte dos exportadores privados para a China. Dessa vez foram 264 mil toneladas para entrega em 2020/21.

A falta de chuvas atrasa o plantio da nova safra no Brasil. Com isso, o mercado entende que a janela de exportação americana para a China deverá ser maior, com o adiamento da entrada da safra brasileira.

Os contratos da soja em grão com entrega em novembro fecharam com alta de 12,25 centavos de dólar por libra-peso ou 1,17% a US$ 10,56 por bushel. A posição janeiro teve cotação de US$ 10,57 por bushel, com ganho de 10,25 centavos ou 0,97%.

Nos subprodutos, a posição dezembro do farelo fechou com alta de US$ 7,60 ou 2,13% a US$ 363,60 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em dezembro fecharam a 33,88 centavos de dólar, alta de 0,26 centavo ou 0,77%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Preços do algodão sobem mais de 2% na semana em Mato Grosso

qui out 15 , 2020
Via Canal Rural Com avanço de 2,88% na última semana em relação à anterior, o preço calculado pelo Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea-MT) se manteve em alta e ficou cotado a um valor médio de R$ 104,87/@. Mesmo com a desvalorização do dólar, as paridades de exportação para os […]