Taques diz que propagandas de Mendes estão favorecendo Fávaro e pede cassação da candidatura

Via Olhar Direto

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Candidato ao cargo de senador, Pedro Taques (SD) acionou na Justiça Eleitoral o também concorrente, Carlos Fávaro (PSD), por conduta vedada em período eleitoral. Segundo Taques, a estrutura do Poder Executivo, por intermédio do governador Mauro Mendes (DEM), está sendo usada para favorecer a campanha de Fávaro. Mendes também é acionado e pode ter que pagar multa. 

Segundo ação, Mendes, a pretexto de divulgar seus feitos, vem publicando na mídia atos corriqueiros da administração, o que, segundo os advogados de Taques, populariza a figura de governador neste período e, indiretamente, beneficia a candidatura de Carlos Fávaro. Conforme o processo, Mendes “virou o maior cabo eleitoral desta campanha”.
 
“Em outras palavras, Mauro Mendes vem despejando dinheiro na imprensa mediante a utilização da máquina pública para aumentar a sua visibilidade, tudo as custas do erário, e posteriormente aparece ativamente na campanha de Carlos Fávaro, contexto esse que flagrantemente viola a oportunidade de chances no processo eleitoral e deve ser duramente coibido”, argumenta trecho do processo.
 
Conforme ação, boa parte das pautas divulgadas pelo Governo do Estado de Mato Grosso por intermédio das propagandas institucionais e publicações nas redes sociais e em veículos oficiais coincidem com o discurso político da campanha de Carlos Fávaro.
 
Há pedido liminar para que se determine a imediata suspensão das publicidades institucionais do Governo do Estado por todo e qualquer meio, sob pena de multa diária de R$ 50 mil de responsabilidade pessoal do chefe do Executivo, Mauro Mendes.
 No mérito, há pedido para aplicação de multa contra Mauro Mendes. Quanto a Fávaro e seus suplentes, há pedido para cassação dos registros de candidaturas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

MP contesta Taques e mantém pedido de impugnação de candidatura

ter out 13 , 2020
Via Olhar Direto O procurador regional eleitoral Erich Raphael Masson contestou os argumentos da defesa do ex-governador Pedro Taques e manteve o pedido de impugnação de seu registro de candidatura. Taques possui condenação pela prática de conduta vedada a agentes públicos, com anotação sobre possibilidade de inelegibilidade em candidatura futura, […]