Três garimpeiros são presos por extração ilegal de ouro em rio de terra indígena em MT

Oito garimpeiros já foram presos durante operação. Eles estão sendo investigados pelos crimes de associação criminosa, garimpo ilegal, desmatamento e poluição de rio. As penas, somadas, podem chegar a 20 anos de prisão.

Via G1 / MT

PF prende suspeitos por garimpo ilegal em Rio Sararé (MT) — Foto: Polícia Federal/MT

A Polícia Federal prendeu três garimpeiros por extração ilegal de ouro no Rio Sararé, que fica na Terra Indígena Sararé, entre Pontes e Lacerda e Vila Bela de Santíssima Trindade, no sudoeste do estado.

As prisões fazem parte do desdobramento à Operação Alfeu, de desocupação do garimpo ilegal, que foi realizada no fim de maio, em Cáceres.

Após a desocupação, oito garimpeiros já foram presos por insistirem na extração.

Eles estão sendo investigados pelos crimes de associação criminosa, garimpo ilegal, desmatamento e poluição de rio, cujas penas somadas podem chegar a 20 anos de prisão

A operação contou com a participação de cerca de 300 agentes públicos, entre eles a Polícia Federal, o Exército Brasileiro, a Funai e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

As ações da Polícia Federal continuarão por tempo indeterminado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Estimativa de maio mantém recorde para safra de grãos em 2020, aponta IBGE

sáb jun 13 , 2020
Segundo o instituto, o Brasil colherá 245 milhões de toneladas de grãos até o final do ano, quantidade 1,8% maior em relação a 2019 Via Brasil 61 A estimativa de maio para a safra agrícola 2020 se mantém em patamar recorde, mesmo sofrendo redução de 0,5% frente ao mês anterior, […]