Voluntárias abordam sobre o trabalho da Casa da Sopa com as entidades parceiras e destacam a realização do Bazar da Pechincha (06/11)

Nesta quarta-feira (27/11), entrevistamos Maria Aparecida Alvim da Fonseca, presidente do Centro Educacional, Cultural e Esportivo Madre Tereza de Calcutá e Antônia Costa Nunis, diretora de comunicação da Casa da Sopa.

Por Claudemir Lima

Rosely Pereira e Claudemir Lima com a entrevistada Maria Aparecida Alvim – Foto por: divulgação/Altonorte
Maria Aparecida Alvim, Antônia Costa, Claudemir Lima (Aliança FM/Altonorte) e Rosely Pereira (Aliança FM) Foto por: divulgação/Altonorte

A Casa da Amizade realiza no próximo dia 06 de novembro, o tradicional Bazar da Pechincha, em prol às ações da Casa da Sopa e da Casa da Amizade.

 Para abordar sobre este evento beneficente dentre outras ações, o programa “Estação Livre” recebeu a Maria Aparecida Alvim da Fonseca, presidente do Centro Educacional, Cultural e Esportivo Madre Tereza de Calcutá e Antônia Costa Nunis, diretora de comunicação da Casa da Sopa.

As entrevistadas falaram sobre a Casa da Sopa, que em parceria com as entidades conveniadas, desenvolve suas atividades para grupos de pessoas excluídas e em situação vulnerável.

O Centro Madre Tereza de Calcutá é a fundação que abriga as três instituições: a Casa da Sopa, o Educandário Alan Kardec e a Casa de Apoio Maria de Nazaré. A Casa de Apoio está em fase final de construção.

“A Casa de Apoio é para atender aquelas pessoas que estão de passagem, famílias que estão aguardando doentes, aguardando alguma solução da vida, temporariamente”, explicou Maria Aparecida Alvim, que reiterou que a Casa de Apoio não terá a função de albergue noturno.

“O Centro Educacional abriga o Educandário Alan Kardec”, acrescentou. “Nós temos o pessoal voluntário que dá aulas. Não são aulas convencionais. Nós não disputamos com escolas públicas ou privadas. São aulas de ensinamentos morais, de comportamento, de respeito e de conhecimento”.

Maria Aparecida Alvim informou que em média 100 crianças estão frequentando o Educandário e ressaltou que a Casa da Sopa supre uma necessidade básica de alimentação no fim de semana, período em que a criança não tem disponível a merenda escolar. Todos os dias são servidos café da manhã.

Antônia Costa comentou sobre os trabalhos das entidades sociais salientando sobre subsídios financeiros necessários para manutenção de todas as atividades rotineiras. “Tem toda uma despesa, todo um trabalho. Você precisa angariar fundos (…) nosso trabalho se estende além da Casa da Sopa, além do Centro Educacional. A gente tem que fazer Bazar, almoço, pizza. Nós temos que gerar fundos para funcionar”, argumentou.

Antônia comunicou que no dia 06 de novembro irá acontecer o Bazar da Pechincha na Casa da Amizade. No dia 21 de novembro será realizado um almoço beneficente em prol a Casa da Sopa e à Casa da Amizade.

Na conclusão da entrevista, vários ouvintes registraram os desejos de colaboração com a Casa da Sopa para a realização do Bazar da Pechincha.

 Quem pretender doar, deve entrar em contato por meio dos telefones (66) 99216-0333 (Maria Aparecida Alvim) e (66) 9 9604-8093 (Antônia Costa).

Maria Aparecida Alvim ainda destacou e enalteceu a atuação de aproximadamente 30 voluntários que sempre participam das atividades sociais.

Você pode assistir a entrevista logo abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 40 milhões

qui out 28 , 2021
Próximo sorteio será no sábado Via Agencia Brasil Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 2.423 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na quarta-feira (27) no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. De acordo com a estimativa da Caixa, o prêmio acumulado para […]